A Buenos Aires que poucos conhecem

Falar de Buenos Aires é muito fácil, principalmente pra nós que amamos incondicionalmente a capital porteña. Sinto-me extremamente à vontade pra falar dessa metrópole tão singular que me fez voltar inúmeras vezes.

Mas esse post tem um único objetivo: mostrar o lado poético, boêmio, cultural e alternativo dessa linda cidade.

 

Buenos Aires consegue unir em apenas uma foto a arquitetura colonial dos imigrantes espanhóis, a fachada contemporânea dos prédios comerciais, a calçada repleta de pessoas indo e vindo e uma mesa em frente a uma cafeteria com um senhor lendo seu livro tranquilamente.

Essa mescla de estilos e personalidades me despertou o interesse de viver a cidade como um de seus habitantes, e foi “vivendo” Buenos Aires que encontrei lugares incríveis.

 

Hotéis

Por toda a área central da cidade é possível encontrar diversas opções de hospedagem, desde o mais requintado até os tradicionais hostels. Porém é muito comum encontrar hotéis boutiques, que oferecem experiências diferentes aos hospedes, como ter um bar na cobertura, um pub no primeiro andar e até mesmo um museu em seu saguão.

Uma dica boa para encontrar estilos de hotéis como estes, é o Trivago, que em uma rápida pesquisa mostra diversas opções, desde os mais baratos até os mais requintados.

Hotel Boutique Alma de Buenos Aires.
Hotel Boutique Alma de Buenos Aires.

 

Cafés

Buenos Aires guarda uma infinidade de cafeterias. Em todo canto da cidade é possível encontrar aquele lugar calmo e aconchegante pra tomar um café lendo um livro, com os amigos ou até mesmo trabalhando.

A cidade literalmente te convida para um café nas inúmeras opções de cafeteria, desde conhecidas, como as mundialmente famosas Starbucks e Hard Rock Café, até as mais encantadoras e tradicionais, como El Ateneo, Café Tortoni e Confitaria Ideal.

Em uma caminhada pelas Av. Santa Fé e Corrientes é possível encontrar vários cafés, e garanto que todos eles são bons.

Livraria e café El Ateneo.
Livraria e café El Ateneo.

 

Livrarias

Pensar em Buenos Aires e não lembrar de sua cultura é praticamente impossível. A cidade guarda preciosos tesouros nas milhares de prateleiras espalhadas por suas livrarias.

Parece brincadeira, mas a capital argentina possui uma livraria para cada 6.000 habitantes.

Em meio a tantas opções se destaca a Libreria Alberto Casares, localizada na Calle Suipacha, 521. Essa pequena livraria possui obras de valore inestimável e costumava ser frequentada por ninguém menos que os principais nomes da literatura latino-americana Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares.

Outra livraria que se tornou referência por sua grandeza e variedade de títulos em Buenos Aires é a imponente El Ateneo. Um antigo teatro que foi reformado e se tornou ponto turístico na Av. Santa Fé.

Livraria Alberto Casares.
Livraria Alberto Casares.

 

Tango

Como estar em Buenos Aires e não assistir a um show de Tango? Mas sabe o que é melhor que apenas assistir? Dançar o Tango!

A cidade oferece diversas opções de casas de Tango, porém em alguma delas o visitante pode participar de aulas da dança e se divertir nas famosas “Milongas”, bailes de músicas latinas que avançam madrugada a dentro.

Confira a matéria exclusiva que preparamos sobre as melhores e mais charmosas casas de Tango de Buenos Aires.

 

Restaurantes

A cidade oferece uma enorme (mas enorme mesmo) diversidade de restaurantes. Desde as tradicionais pizzarias, passando pelas casas de “asados” até os mais requintados bistrôs.

Se pensar em comer pizza boa, barata e tipicamente argentina, a dica é El Banchero. Um pequena pizzaria localizada na Av. Corrientes esquina com a Calle Talcahuano, oferece pedaços generosos e deliciosos de pizza e fainá (massa típica argentina). A dica é pedir uma pizza de mussarela acompanhada de uma Seven Up bem gelada.

Se a ideia é apreciar uma comida diferente em um ambiente único, a dica é o restaurante Sifones y Dragones. Um restaurante de comida tailandesa com pratos únicos preparados exclusivamente para poucas pessoas. Os chefs preparam a comida e servem na mesa, explicando como é o preparo e falando um pouco sobre a história do prato.

O restaurante tem cerca de 6 mesas, o que torna a experiência ainda mais interessante.

Mesas exclusivas do Syfones y Dragones.
Mesas exclusivas do Syfones y Dragones.

 

E você, já pensou em conhecer os lugares que visita como se fosse um habitante local?

Então pense nessa possibilidade na próxima viagem. Garanto que você vai se surpreender com o que o destino tem a lhe oferecer.

 

 

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO