De Buenos Aires à Tigre

O passeio pela cidade de Tigre, na grande Buenos Aires, é conhecido por praticamente todos os turistas que visitam a capital porteña.

Quando se passeia pela Calle Florida, no centro de Buenos Aires, simplesmente chove vendedores e mais vendedores, das diversas agências de turismo, oferecendo passeios pra todo lugar na Argentina, incluindo o Delta do Tigre.

Uma das principais razões para se conhecer Tigre é que a cidade é muito linda, e por isso diversas personalidades argentinas tem casas de veraneio por lá.

Pensando nisso, preparamos todas as dicas e informações para que você conheça esse lugar incrível sem gastar muito e aproveitar o máximo que a cidade pode oferecer.

Delta do Tigre com os barcos típicos da cidade.
Delta do Tigre com os barcos típicos da cidade.

Pegando um táxi desde o micro-centro até o terminal do Retiro, gasta-se aproximadamente AR$30,00, você também pode ir de metrô, ou Subte como é chamado, por apenas AR$4,50. Tanto o táxi como o metrô te deixam praticamente dentro da estação do Retiro.

Já na estação você deve comprar o bilhete, que custa aproximadamente AR$3,00, para a linea Mitre. Os trens partem da estação a cada 10 minutos nos dias de semana e a cada 30 minutos aos sábados e domingos.

O trêm passa por várias estações ao longo do caminho, que dura cerca de 50 minutos. É possível ver de um ângulo diferente a cidade de Buenos Aires, os jardins de Palermo e todo o trajeto até Tigre.

Tren de la Costa.
Tren de la Costa.

Caso você queira realizar um passeio mais turístico você pode desembarcar do trem na estação Olivos e caminhar por 4 quadras até a estação Borges, e pegar o Tren de la Costa. O custo do bilhete é de AR$ 16,00 por pessoa e o trêm passa por várias estações diferentes e até por uma feira de antiguidades, dando um ar diferente ao passeio.

A cidade de Tigre tem cerca de 30 mil habitantes e está localizada às margens do Rio Lujan. O mais interessante nessa cidade são as ilhas formadas pelo delta de vários rios, fazendo desses canais uma espécie de rua com um intenso fluxo de embarcações.

Canoas vendidas pelos artesãos locais.
Canoas vendidas pelos artesãos locais.

 Uma vez em Tigre o turista não pode deixar de conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Logo na estação existem empresas que oferecem City Tours por aproximadamente AR$ 20,00.

A cidade é considerada uma das mais seguras da Argentina, e conta com um enorme quantidade de câmeras de segurança espalhadas por todo canto. Portando o turista pode ficar tranquilo e conhecer os inúmeros museus espalhados pela cidade, fazer uma aposta no Casino Trilenium, o maior da América Latina,  conhecer a Estación Fluvial e o Paseo Victoria e quem sabe até fazer um passeio de barco pelo delta, entre as ilhas cheias de natureza e as mansões de autoridades e artistas argentinos.

Museu de Arte de Tigre.
Museu de Arte de Tigre.

Um dos locais mais visitados da cidade é o Puerto de Frutos. Um antigo porto onde os pescadores vendiam os peixes que se tornou um gigantesco mercado a céu aberto, com uma variedade imensa de mercadorias, desde frutos e peixes até móveis.

A dica é curtir um final de tarde passeando pelo Puerto de Frutos e curtir um pôr do Sol em um dos inúmeros diques do local.

Final de tarde no Puerto de Frutos.
Final de tarde no Puerto de Frutos.

Delta do Paraná, Delta do Tigre ou simplesmente Tigre, é um destino que pode ser conhecido e explorado em apenas um dia, mas com certeza é uma parada obrigatória pra quem passa por Buenos Aires!

 

COMPARTILHAR

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO