Santiago

Santiago é a capital e a maior cidade do Chile, fica aos pés da Cordilheira dos Andes e é uma das cidades mais modernas da América do Sul.

Uma cidade limpa, organizada, agradável que respira modernidade e nos faz sentir em um outro mundo, principalmente para os brasileiros. Eleita como o destino turístico número um em 2011 pelo jornal “The New York Times”, Santiago se difere de qualquer outra capital.

Não estranhe se você ver carros parando no meio das avenidas para os pedestres atravessarem.

Estive em Santiago no final de março de 2011 e pude conhecer muita coisa sobre a cultura chilena e um pouco mais sobre nós, os latino-americanos. Seus museus, suas construções bem ao estilo europeu demonstram a grande interferência espanhola e inglesa no país.

Cordilheira dos Andes vista do Cerro San Cristóbal
Cordilheira dos Andes vista do Cerro San Cristóbal.

O grande barato desta cidade se encontra ao redor do centro, nos bairros Providencia, Las Condes, Bellas Artes e Vitacura. Nestes bairros exitem pontos turísticos imperdíveis, bares e restaurantes à vontade e toda o charme que a capital chilena tem para oferecer.

Outro grande atrativo de Santiago são as vinícolas que ficam ao redor da cidade. Existem muitas ao pé da Cordilheira, no Vale do Maipo, e também no caminho entre Santiago e Valparaíso. Nessas “viñas” o visitante pode conhecer todo o processo que as uvas passam até chegar ao vinho, as plantações, os locais onde são armazenados e o melhor de tudo, degustar diversos tipos de vinhos e queijos.

Palacio de la Moneda
Palacio de la Moneda

Em Santiago é possível conhecer a Cordilheira dos Andes e as estações de esqui, como Valle Nevado, El Colorado, La Parva e Farellones. Os turistas podem conhecer estes lugares através de agências de viagens, que fazem estes passeios todos os dias.

Também é possível conhecer Viña del Mar e Valparaíso partindo de Santiago. Um dia é suficiente para conhecer as duas cidades, e é claro, molhar os pés no Oceano Pacífico.

Plaza de Armas
Plaza de Armas

Como chegar – Existem vôos diretos partindo de São Paulo, Curitiba e Porto Alegre pelas companias TAM, LAN Chile, Pluna e também alguns vôos operados pela GOL. Pra quem quer conhecer o Chile sem gastar muito existe vôos baratos com conexões em Montevideo, porém as conexões podem durar horas. Também, existem empresas como a Pluma, que fazem o trajeto São Paulo/Santiago de ônibus.

Onde ficar – Santiago possui uma variedade imensa de hotéis, apartamentos e hostels para atender a todo tipo de turista. O interessante é ficar próximo ao Centro, perto das estações de metrô Baquedano, Universidad Católica e Santa Lucia. Pra quem quer conhecer a parte moderna da cidade, vale a pena se hospedar no bairro Las Condes. Já o bairro Providencia detêm boa parte da gastronomia chilena.

Quando ir – Santiago e todo o resto do Chile é um destino que se pode conhecer o ano inteiro. A maioria dos turistas preferem ir no inverno, entre maio e setembro. É nessa época em que as estações de esqui estão abertas e o panorama da cidade muda completamente com a cordilheira coberta pela neve. Porém fica a dica, durante a temporada de esqui os preços sobem muito.

O que conhecer – Palácio de la Moneda, Plaza de Armas, Cerro Santa Lucia, Cerro San Cristobal, Mercado Central, Las Condes, Belas Artes, Museu Pré-Colombino, Museu de História Natural, Cordilheira dos Andes, sem falar nas várias vinícolas ao redor da cidade. São tantas atrações que é impossível destacar a melhor ou a imperdível. Vale a pena conhecer cada canto de Santiago.

COMPARTILHAR

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO