Um roteiro para conhecer Recife

O estado de Pernambuco é, sem dúvida, dono de belas praias e paisagens impressionantes.

Na mira de grande parte dos turistas estão destinos como Porto de Galinhas, Muro Alto e Carneiros, além das tradicionais comemorações anuais, como o carnaval em Olinda e o São João em Caruaru.

Com tantas opções, muitos viajantes esquecem de reservar um tempo pra conhecer a capital Recife, que acaba passando despercebida.

Pensando nisso, o pessoal do Expedia.com.br nos desafiou a juntar o que Recife tem de melhor em um único roteiro. O resultado foi uma deliciosa combinação de praias, cultura e muita diversão na capital pernambucana.

recife capa

 

Praia de Boa Viagem

Famosa por seus arrecifes e temida pelos frequentes ataques de tubarões, a praia de Boa Viagem é um dos principais cartões postais de Recife.

A dica é dar uma caminhada pela orla da praia durante a manhã e curtir um pouco do visual.

boa viagem

Devido aos ataques de tubarões a banhistas e surfistas, o banho de mar é mais seguro nas diversas piscinas naturais que se formam ao longo da praia, porém apenas nada de ultrapassar os arrecifes.
Ao longo de todo o calçadão há quiosques pra quem deseja comer algumas porções ou tomar aquela água de coco gelada.

 

Bairro de Santo Antônio

Santo Antônio é um dos bairros mais antigos de Recife e fica localizado na região central da cidade. O bairro é também conhecido por ter concentrado a cidade de Maurícia, quando a Capitânia Pernambucana era dominada pelos holandeses e conhecida como Nova Holanda (ou Brasil Holandês).

patio sao pedro

O passeio pelo bairro pode começar pela Casa da Cultura, um antigo presidio que agora abriga diversas lojinhas de artesanato regional.

A algumas quadras da Casa da Cultura, fica também o Pátio de São Pedro, um importante reduto cultural de Recife. Lá estão reunidas diversas atrações, como a Catedral de São Pedro dos Clérigos, os memoriais de Chico Science e Gonzagão, e também uma das filiais do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães.

Para os amantes de cultura, o Pátio de São Pedro é um lugar para se passar uma tarde inteira.

Caminhando ao longo do rio Capibaribe, ainda no bairro de Santo Antônio, é possível apreciar as pitorescas casinhas da rua Aurora e visitar a Capela Dourada, uma das igrejas mais bonitas de Recife.

 

Recife Antigo

As casa em estilo colonial mescladas com as ruas de pedra fazem qualquer visitante se sentir em uma cidadezinha bucólica, longe dos grandes centros urbanos.

Entre essas ruas está localizado o Marco Zero, lugar que ferve durante os dias de carnaval, mas que nos outros dias do ano é calmo e cercado por edifícios construídos em estilo neoclássico que se contrastam com as novas edificações.

Pouco restou do legado deixado pelos holandeses, mas é no Recife Antigo onde se localiza a singoga Kahal Zur Israel, a mais antiga do Brasil. Construída por refugiados judeus perseguidos pela Inquisição Ibérica, o local conta um pouco da história da cidade desde a reconquista pelos portugueses até a migração de parte da comunidade judia para os Estados Unidos.

recife antigo

Durante todo o mês de junho, quando acontecem as comemorações de São João, o Recife Antigo vira um imenso forró a céu aberto que começa ao anoitecer e vai até o Sol raiar. É uma festa que todo viajante que passa pela cidade precisa conhecer.

 

Passeio de catamarã pelo Rio Capibaribe

É, também, do Recife Antigo que partem os passeios de catamarã pelo Rio Capibaribe.

A viagem geralmente acontece em dois horários, sendo eles durante o dia (com saída às 16h, onde é possível apreciar o pôr do Sol) ou durante a noite (com saída às 20h, onde é possível ver a cidade iluminada).

Durante o passeio, o catamarã passa em frente a diversos prédios históricos da região central de Recife e também por baixo de 5 importantes pontes erguidas sobre o Rio Capibaribe.

É uma boa opção pra quem deseja conhecer a área central sem andar muito.

 

Instituto Ricardo Brennand

Uma estradinha cercada de palmeiras imperiais leva ao jardim de esculturas, onde uma amazona de Botero dá as boas-vindas aos visitantes.

A Pinacoteca do instituto reúne os principais tesouros do acervo, como documentos do Brasil Império e quinze quadros de Frans Post (a maior coleção do pintor holandês no mundo). Há também diversas obras de grandes artistas, como Debret, Taunay e Rugendas.

instituto brennand

Dentro do instituto, fica também o Castelo de São João, que guarda o acervo do Museu de Armas, reunindo mais de três mil armas e armaduras medievais.
Ainda dentro do instituto, é possível conhecer a oficina de cerâmica de onde saem as obras primas do renomado escultor pernambucano Francisco Brennand, muitas vezes é possível até encontrar o próprio escultor por ali. Se isso não acontecer, o visitante ainda pode conferir funcionários da oficina e passear pelo jardim, repleto de obras do artista.

Um pedaço do acervo de Brennand está permanentemente exposto no Recife Antigo, pertinho do Marco Zero em um estreito arrecife. Pequenos barcos de pescadores fazem a travessia e a entrada é gratuita pra quem consegue chegar até lá.

Vai ficar mais que 3 dias em Recife? Veja as dicas de roteiros da Expedia Brasil.

 

Todas os locais citados nesse roteiro podem ser visitadas seguindo ou não a ordem e de acordo com o tempo disponível na cidade. Só não esqueça de reservar pelo menos 2 dias para conhecer essa linda cidade.

COMPARTILHAR

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO