Necessidade de seguro viagem na Europa – Espaço Schengen

A maioria das pessoas que planejam uma viagem à Europa acabam se esquecendo de um item muito importante e que muitas vezes passa despercebido: o seguro viagem.

Nem todos sabem, mas grande parte dos países europeus são signatários do Tratado Schengen, que exige o seguro viagem do turista. A falta do seguro pode acarretar diversos problemas ao viajante, inclusive a deportação antes mesmo de entrar no país de destino.

Além de ser um item muito importante em qualquer viagem internacional, o seguro viagem geralmente garante vários tipos de coberturas, como reembolso em casos de extravio de bagagens, atendimento médico em casos de acidente ou doenças, reembolso de gastos ocasionados por atrasos ou cancelamentos de voos e etc.

A maior parte das seguradoras já possuem planos prontos pra quem vai viajar à Europa, cobrindo todas as exigências do Espaço Schengen.

 seguro viagem

 

O que é o Tratado Schengen?

O Tratado de Schengen é um acordo assinado entre diversos da Europa que garante a abertura das fronteiras entre eles, permitindo a livre circulação de pessoas sem a necessidade de apresentação do passaporte para imigração. Porém, exige que esses turistas estejam segurados com um valor mínimo de 30.000 euros para garantir assistência médica por doenças ou acidentes.

 

Quais os países que fazem parte do Espaço Schengen?

Atualmente, 26 países fazem parte do Tratado de Schengen, conforme a relação abaixo:

  • Áustria
  • Bélgica
  • Suíça
  • República Checa
  • Alemanha
  • Dinamarca
  • Estônia
  • Grécia
  • Espanha
  • Finlândia
  • França
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Listenstaine
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Letônia
  • Malta
  • Países Baixos
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • Suécia
  • Eslovênia
  • Eslováquia

 

Preciso comprovar o seguro viagem na imigração?

Geralmente ninguém pede pra ver o voucher ou apólice do seguro na hora da imigração. Porém, se as autoridades do país de destino solicitar o documento e o viajante não tiver como comprovar o seguro, a entrada pode ser negada e a viagem acabar antes mesmo de começar.

 

Como escolher um seguro viagem?

É imprescindível levar em consideração quais as atividades estão previstas durante a viagem.

Os seguros básicos para a Europa geralmente cobrem apenas o necessário, ou seja, os 30.000 euros de cobertura em caso de acidente ou doença e reembolso em caso de extravio de bagagem. Esse tipo de cobertura é indicada apenas pra quem vai viajar a passeio.

Se a viagem inclui algum tipo de esporte radical, aventura ou atividades de risco, todas essas informações devem ser passadas para a seguradora, afim de compor o seguro ideal com as coberturas necessárias para garantir o conforto e integridade do viajante.

 

Dicas importantes:
  •  Sempre pesquise antes de contratar uma seguradora e leve em consideração a avaliação de outros viajantes;
  • Dê preferencia para seguradoras com atendimento em português e que possua mais de uma forma de atendimento, principalmente no exterior (inclusive que aceite ligações à cobrar);
  • Desconfie se o valor do seguro for muito abaixo dos concorrentes ou dos valores praticados no mercado;
  • Nós indicamos a Vital Card, que é nossa seguradora oficial e possui o seguro mais bem avaliado por quem já precisou acionar.
COMPARTILHAR

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO