23 atrações gratuitas para visitar em Londres

Quem chega à Londres, logo fica impressionado com a quantidade de museus, monumentos históricos e atrações culturais que a capital inglesa oferece aos seus visitantes. Infelizmente, muitas dessas atrações são pagas, fazendo com que boa parte dos visitantes optem por visitar algumas e deixar as outras de lado.

Como a Libra Esterlina é uma das moedas mais valorizadas, qualquer “pound” economizado faz toda a diferença.
Mas engana-se quem pensa que Londres é a cidade mais cara do mundo! Pesquisas recentes mostram que a cidade fica atrás de grandes destinos turísticos, como Paris, Nova York e Sydney. E vale a pena lembrar que Londres é uma das poucas cidades do mundo onde a maioria dos museus não cobram entrada.

Pensando nisso, montamos essa lista com as 21 atrações que podem ser conhecidas de forma gratuita. Pra você programar sua viagem à Londres e aproveitar ao máximo tudo o que a cidade tem a oferecer.

Londres

 

Museu de História Natural

Ao todo, o acervo desse museu possui 70 milhões de espécimes de seres vivos, entre fósseis, slides de seres microscópicos e esqueletos.

Dividido em quatro partes distintas, o museu também conta com uma gigantesca biblioteca de história natural, composta por livros, jornais, desenhos originais, manuscritos e pinturas de seres animais e vegetais.

A entrada é gratuita.

 

British Museum

Com um acervo de mais de 13 milhões de peças, o Museu Britânico dispõe de fragmentos de praticamente todas as culturas que já estiveram no planeta.

O destaque se dá para peças como a Pedra de Rosetta, as esculturas do Parthenon, o tesouro Oxus dos persas e a Múmia de Katebet.

A entrada é gratuita.

 

Museu Victoria & Albert

Talvez o maior museu de artes decorativas e design do mundo, dispondo de um acervo permanente superior a 4 milhões de objetos.

Foi fundado em 1852 e suas coleções mostram 5.000 anos de arte, desde os tempos antigos até os dias de hoje.

A entrada é gratuita.

 

Museu de Londres

Documentando a história de Londres, desde os tempos pré-históricos até os dias de hoje, o Museu de Londres faz parte do complexo de edifícios Barbican, sendo parte da reestruturação de uma área que foi destruída por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse museu é possível observar vestígios da muralha romana e também o núcleo urbano mais antigo da cidade.

A entrada é gratuita.

 

Geffrye Museum

O Museu Geffrye foi fundado em 1914 e mostra como eram as casas desde o século XVI até os dias de hoje.

Nele existem exposições retratando como eram os ambientes de uma casa londrina de classe média através dos séculos, refletindo as mudanças na sociedade, comportamento, estilo e gosto.

A entrada é gratuita.

 

Science Museum

O Museu de Ciência de Londres é sem dúvida uma das melhores opções para quem viaja com crianças.

O museu conta a história da ciência através de exemplos práticos, com fotos, vídeos, computadores, hologramas e diversos tipos de interações.

No museu também acontecem sessões de cinema IMAX 3D, simuladores de voo e outras exposições temporárias.

A entrada é gratuita, apenas as sessões de cinema e simuladores são cobradas à parte.

 

Imperium War Museum

Fundado em 1917 em memória dos tempos áureos do Império Britânico, o lugar tem todo o tipo de registro sobre os eventos bélicos da épica. São documentos, cartas, fotografias e até mesmo o vestuário usado pelos soldados nos conflitos do início do século XX.

Além disso, o seu acervo possui réplicas de diversos aviões, tanques, canhões e até mesmo um fragmento do muro de Berlim.

A entrada é gratuita.

 

Tate

O grupo de museus britânicos atualmente conhecido como Tate, compreende as galerias Tate Britain (arte britânica), Tate Modern (arte moderna), Tate Liverpool (única fora de Londres, exibe obras das outras Tates) e Tate St. Ives (arte moderna de artistas britânicos), além da Tate Online.

Fundado por Henry Tate, em 1897, a Tate Britain tinha como objetivo principal expor os quadros e esculturas que a National Gallery não aceitava.

A entrada em todas as galerias é gratuita.

 

National Gallery

Em funcionamento há quase 200 anos, a National Gallery é considerada uma das mais importantes galerias de arte do mundo. Com mais de 2,3 mil pinturas em seu acervo, a galeria destaca os trabalhos de alguns mestres, como Leonardo, Botticelli, Caravaggio, Renoir, Monet, Van Gogh e Picasso.

Aberto todos os dias, o espaço não é um destaque só pelas obras de arte, mas também pela imponente arquitetura do prédio.

A entrada é gratuita.

 

Wallace Collection

A Coleção Wallace é um museu de arte nacional fundado a partir da coleção particular de Sir Richard Wallace, que foi herdada por sua viúva em 1897. Em seu acervo existem diversas obras, desde pinturas, porcelanas finas, armaduras, mobílias francesas e diversos outros objetos de arte.

O destaque se dá para as várias obras de Rembrandt, incluindo o seu autorretrato.

A entrada é gratuita.

 

National Portrait Gallery

Inaugurado em 1856, o espaço conta hoje com mais de 11 mil obras entre fotografias, caricaturas, pinturas, desenhos e esculturas das personalidades de todo o mundo. S endo algumas delas verdadeiros símbolos do lugar, como o quadro de Shakespeare e as fotos de Charles Dickens, Barack Obama e Oscar Wilde.

Além do acervo permanente, desde 1980 a instituição promove o BP Portrait Prize exhibition, um concurso que renova e inclui novos trabalhos ao museu.

A entrada é gratuita.

 

Saatchi Gallery

Inaugurada em 1985 por Charles Saatchi e atualmente instalada em Chelsea, a Galeria Saatchi é uma galeria de arte contemporânea e tem sido uma grande influência para artista britânicos e também de outros países.

O principal destaque dessa galeria é a quantidade de exposições temporárias que ela realiza. Muitas das obras expostas na galeria são de artistas desconhecidos, tanto para o mundo comercial da arte quanto para o público em geral. O que torna a Saatchi Gallery uma espécie de trampolim para jovens artistas.

A entrada é gratuita.

 

Westminster Abbey (Abadia de Westminster)

Considerada a igreja mais importante de Londres, e talvez de toda a Inglaterra, a Abadia de Westminster é um dos pontos turísticos obrigatórios para qualquer viajante que visita a capital inglesa.

De arquitetura gótica e grande imponência, é o local onde são realizadas as coroações, os casamentos, funerais e até sepultamento dos monarcas do Reino Unido.

A visita à Abadia de Westminster é cobrada, porém a entrada durante a liturgia “Evensong”, cantada pelo coral da abadia, é gratuita. A cerimônia acontece de segunda à sexta às 17h e aos domingos às 15h.

 

St. Paul’s Cathedral

Conhecida por ser um dos cartões postais de Londres, a St. Paul’s Cathedral é também lembrada como o local do casamento entre o Príncipe Charles e a Princesa Diana.

Construída durante o século XII, a catedral sobreviveu a um bombardeio alemão durante a Segunda Guerra Mundial e atualmente é conhecida por possuir uma das maiores cúpulas do mundo.

A visita à St. Paul’s Cathedral é cobrada, porém a entrada durante a liturgia “Evensong”, cantada pelo coral da catedral, é gratuita. A cerimônia acontece de segunda à sabado às 17h e aos domingos às 15h15.

 

Palácio de Westminster

O Palácio de Westminster abriga o Parlamento inglês, sede do poder político do Reino Unido. Durante as sessões e debates entre os parlamentares, é possível assisti-los e se inteirar dos bastidores políticos.

As principais instalações do prédio são a Câmara dos Lordes, onde ficavam os membros da família real e as pessoas que possuíam títulos de nobreza, a Câmara dos Comuns, ocupada pelos parlamentaristas e o Westminster Hall, usado atualmente para cerimónias públicas.

A entrada para assistir às sessões é gratuita.

 

Troca da Guarda

Também conhecida por ser uma das atrações imperdíveis de Londres, muita gente fica confusa em relação ao local e horário.

Ao todo existem 3 cerimônias diferentes de trocas de guarda em Londres, sendo elas no Palácio de Buckingham, na Horse Guards Parade e no Castelo de Windsor.

A mais conhecida delas é a do Palácio de Buckingham, onde às 11h30 ocorre a troca das chaves do palácio entre os Old Queen’s Guards e os New Queen’s Guards. A cerimônia do Castelo de Windsor é bem semelhante e acontece de segunda à sábado às 11h.

Já a troca de guarda da Horse Guards Parade tem menor duração e envolve os Queen’s Life Guards (cavalaria), sendo que o número de soldados envolvidos varia se a rainha estiver ou não em Londres. Ela acontece de segunda à sábado às 11h e aos domingos às 10h

A cerimônia em qualquer um dos 3 locais é pública e gratuita.

 

Ceremony of the Keys (Cerimônia de trancamento da Torre de Londres)

O tradicional trancamento da Torre de Londres acontece todos os dias há mais de 700 anos.

Todas as noites, às 21h53, o chefe Yeoman Warder surge da Torre Byward, trazendo consigo uma vela para iluminar o caminho e as chaves da rainha. Ele então encontra-se com membros da escolta miliar e juntos, trancam os portões principais da torre.

Conforme a escolta passa, todos os guardas da torre saúdam as chaves. Ao final o chefe Yeoman Warder e sua escolta trancam o grande portão de carvalho das Torres Middle e Byward.

A entrada para assistir à cerimônia é gratuita, porém é recomendável reservar com pelo menos um mês de antecedência.

 

Borought Market

Conhecido por ser o mercado mais antigo da cidade, o Borought Market funciona desde o século XIII.

São 70 barracas de alimentos da mais alta qualidade, além dos diversos restaurantes e comércios que existem no entorno do mercado.

É um dos passeios imperdíveis pra quem visita Londres.

A entrada é gratuita e o mercado acontece às quintas, sextas e sábados, nos outros dias funciona apenas como centro de distribuição de alimentos atacadista.

 

Camdem Lock Market

O Camdem Lock é um dos maiores e mais conhecidos mercados de rua de Londres. Localizado na exótica Camdem Town, é possível encontrar de tudo entre as vielas do mercado (roupas, peças de design, comidas, bebidas, drogas inusitadas, artesanatos, instrumentos musicais e etc).

No meio do mercado fica a famosa estátua em homenagem à cantora britânica Amy Winehouse, já que essa era a região onde ela vivia. Próximo ao Camdem Lock também fica o pub que a cantora frequentava, o famoso The Hawley Arms.

A entrada no mercado é gratuita e ele acontece todos os dias, exceto dia 25 de dezembro.

 

Portobello Road

Portobello Road é considerada uma das mais famosas feiras do mundo e acontece aos sábados, próximo ao charmoso distrito de Notting Hill. Barracas de antiguidades, brechós e comidas se estendem por esse verdadeiro mercado a céu aberto.

Apesar de ser uma atração pública, a Portobello Road é um daqueles lugares que toda pessoa que viaja à Londres deve conhecer.

A entrada é gratuita.

 

Abbey Road

A famosa rua que estampa a capa e dá nome à um dos álbuns dos Beatles, também é considerada uma atração obrigatória em Londres. Principalmente para os fãs da banda.

Até pra quem não é fã, vale a pena visitar a famosa faixa de pedestres, reproduzir a foto atravessando a rua e de quebra visitar a loja ou o museu da Abbey Road Studios.

Nesse local, a Abbey Road Studios possui uma câmera que fotografa todas as pessoas que atravessam a rua, disponibilizando a foto por 24 horas, no site: http://www.abbeyroad.com/crossing

A visita e a entrada na loja da Abbey Road (obviamente) são gratuitas, bem como o download da foto no site. Apenas a entrada no museu é cobrada.

 

Baker Street

Conhecida por ser o endereço do maior detetive de todos os tempos, a rua e boa parte da região respiram e genialidade e os mistérios que envolvem Sherlock Holmes.

Logo na saída da estação de metrô, fica a estátua em homenagem ao detetive, onde a todo momento alguém para pra tirar uma foto. Seguindo mais adiante pela Baker Street, na casa de número 221b, está localizado o Sherlock Holmes Museum, onde é possível mergulhar na imaginação de Sir Arthur Conan Doyle.

A visita ao interior da casa, onde funciona uma loja de artigos do detetive, é gratuita. Apenas a entrada no museu é cobrada.

 

Greenwich Park

Um pouco distante do movimentado centro de Londres, o Greenwich Park é uma excelente opção para quem quer ter uma bela vista da cidade.

Uma vez no parque, também é possível conhecer o Observatório Real de Greenwich, o Museu Nacional Marítimo, o Old Royal Naval College e o Greenwich Market aos domingos.

A entrada no parque e em todas as outras atrações são gratuitas.

COMPARTILHAR

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO